sexta-feira, 24 de setembro de 2010

ITÁLIA - VENEZA




Minha última postagem sobre a Itália foi sobre a vinícola Villa Sandi, no caminho para Veneza, então, continuando saímos logo depois do almoço da Vinícola Sandi rumo a Veneza, que fica na região do Vêneto, província de Veneza no nordeste de Itália. Que é conhecida pela sua história, canais, museus e monumentos. Quem nunca ouviu falar de Veneza?! Quem ainda não pela TV ou cinema seus canais?! Não sei se vale a pena falar muito sobre a historia de Veneza e os dados da cidade mas ela se estende-se por uma área de 412 km2, incluindo as ilhas de Murano, Burano e outras na lagoa de Veneza.



Chegamos às 3h da tarde e pegamos um barco-taxi super charmoso, de madeira envernizada e navegamos pelo Gran Canal. Fomos para um hotel perto da Praça São Marcos (Best Western Hotel Ala- San Marco, 2494- Campo S.M. del Giglio - 30124 Venezia(VE), Italia).

O hotel é como tudo em Veneza bem antigo (século XII) e os quartos tem uma vista linda.




A noite nós fomos jantar e nos perdemos, (Veneza é como um labirinto, facílimo se perder!) e sofremos para achar o restaurante (Baccaro Jazz) onde o teto e o bar é todo com soutiens pendurados de vários tipos e tamanhos. Vale uma visita.
Comemos pasta com vôngole - prato tradicional de Veneza. A comida não é muito gostosa mas vale pela decoração diferente.
No dia seguinte fomos dar uma volta e conhecer a praça de São Marcos e a catedral.



A Praça de São Marcos (em italiano: Piazza San Marco) é a única praça de Veneza, e o seu principal destino turístico, com muitos turistas e pombos! Acho que não há época em Veneza que esta praça não esteja lotada de gente - e de pombos!
Dizem que foi de Napoleão Bonaparte a autoria do epíteto de le plus élégant salon d'Europe (o salão mais belo da Europa). A piazza foi iniciada no século IX como área pequena frente à Basílica de São Marcos original. Foi estendida para a sua forma e tamanho atuais em 1177, quando o Rio Batario, que a limitava a oeste, e um porto que tinha isolado o Palácio Ducal da praça, se inundaram. A reestruturação foi realizada para o encontro do Papa Alexandre III com o Imperador Frederico Barba-Roxa, Não se pode deixar de tomar um drink ou mesmo tomar um sorveste em um dos bares dá Praça São Marcos - é imperdível!
Vá ao Florian que é um dos mais antigos e tome um Belline (pêssego com pêssego com prosecco) Uma das bebidas mais famosas da cidade.




A Basílica de São Marcos (Basilica di San Marco) é a mais famosa das igrejas de Veneza e um dos melhores exemplos da arquitetura bizantina e fica localizada na Praça de São Marcos ao lado do Palácio dos Doges. A igreja apresenta uma planta em cruz grega, baseada nos exemplos de Hagia Sophia e da Basílica dos Apóstolos, ambas em Constantinopla. Possui um coro elevado acima de uma cripta. A planta do interior consiste em três naves longitudinais e três transversais.



Um baldaquino cobre o altar principal, com colunas decoradas com relevos do século XI. O retábulo é a famosa Pala d´Oro - um trabalho em metal bizantino de 1105. Atrás do altar principal há um segundo altar com colunas de alabastro. Os cercados do coro, acima dos quais há três relevos de Sansovino, apresentam obra de marchetaria de Fra Sebastiano Schiavone.


Os dois púlpitos de mármore da nave são decorados com estatuetas dos irmãos Massegne (1394). A basílica foi consagrada em 1094, no mesmo ano em que o corpo de São Marcos foi supostamente reencontrado num pilar pelo Doge Vitale Falier.



A cripta passou então a abrigar as relíquias até 1811. O edifício também possui uma torre baixa, que alguns pensam ter integrado o Palácio dos Doges original. De lá nós fomos passeando até a Ponte de Rialto é a ponte em arco mais antiga e mais famosa sobre o Grande Canal, na cidade italiana de Veneza.



Ela foi formalmente a única ligação permanente entre os dois lados do Grande Canal, até abrirem as restantes travessias, lá existe várias lojinhas de lembranças, com vidros de Murano.

Depois fomos ao Palácio Ducal (Palazzo Ducale), também conhecido como Palácio do Doge, é um símbolo da cidade de Veneza e uma obra-prima do gótico veneziano. Surge na área monumental da Piazza San Marco entre a Piazzetta e o Molo.


O palácio atual foi construído entre 1309 e 1424. Antiga sede do Doge de Veneza e da magistratura veneziana, é hoje sede do Museo Civico di Palazzo Ducale.













3 comentários:

  1. agradeço imenço a aquem colocou aki toda esta informação.fiquei encantada com as maravilhas que veneza nos ofereçe.Não sò estou a pensar em fazer o meu casamento com este tema, mas como tambem poder usufruir de uma otima lua de mel neste local maravilhoso.obrigada ass:tânia.VFB

    ResponderExcluir
  2. nao diz nada!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir