quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

NHOQUE DE BAROA COM SIRI - SEM GLÚTEN




Acho que não existe batata com mais sinônimos que a batata baroa, também conhecida, entre outros nomes, por mandioquinha, batata amarela, batata salsa, cenoura branca, etc... A batata baroa é originaria dos Andes e muito cultivada em toda a America do Sul, tem um ótimo valor nutricional, sendo fonte de vitaminas B e C e, entre nossas batatas, a de mais fácil digestão.
É enorme a sua utilização na culinária podendo substituir a batata inglesa e a batata doce em várias receitas. Aqui segue um exemplo do nhoque de batata baroa sem gluten que pode ser feito tanto com a batata inglesa, como com a batata doce, que já postei aqui

Ingredientes
Para duas pessoas
300gr  batata baroa (mandioquinha)
2 ovos
2 xícaras de farinha de arroz (ou o quanto baste, a quantidade pode variar dependendo do tamanho de sua batata e da umidade)
Farinha de arroz para polvilhar
Sal e pimenta do reino a gosto
½ xicara de caldo de legumes caseiro
½ cebola média
2 dentes de alho
200gr de carne de siri fresca catada e de boa qualidade
3 tomates maduros
½ xicara de passata de tomate (pode substituir por molho de tomate de boa qualidade)
100ml de conhaque (pode substituir por outra bebida alcoolica que seja possível flambar)
½ pimenta dedo de moça sem sementes


Descasque as batatas baroa, enrole em papel alumínio e coloque no formo quente a 220º.C por 30 min ou até que estejam macias.  Passe pelo espremedor até obter um purê. Quando estiver fria junte os ovos e misture bem. Junte 1 xícara de farinha de arroz. Misture bem e coloque a massa sobre uma superfície lisa polvilhada com a farinha de arroz. Com o auxilio das mãos verifique se a massa já esta no ponto de ser modelada, se necessário adicione mais farinha de arroz. A massa não deve ser muito firme nem muito mole. Massa muito firme deixa o nhoque pesado para a digestão, massa muito mole, com pouca farinha, se desmancha quando cozida. Corte pedaços de massa e modele, enrole em tiras e corte em cubos. Com o auxilio de uma faca, faça o corte dos nhoques. Reserve e faça o molho. Descasque a cebola e o alho e pique em cubos bem pequenos. Lave bem os tomates e retire a casca e as sementes. Corte os tomates em cubos pequenos. Reserve. Em uma panela coloque uma colher de sopa de azeite e uma colher de sopa de manteiga.  Junte a cebola e deixe refogar até que a cebola esteja transparente, junte o alho picado e deixe refogar por mais 2 minutos. Junte a carne de siri, misture bem e deixe refogar até que esteja quase seca. Junte o conhaque e flambe.  Junte os tomates picados, misture bem. Junte o caldo de legumes e a passata, tempere com sal e a pimenta do reino. Misture bem. Pique a pimenta dedo de moça e junte a panela. Prove e acerte o sal. Desligue o fogo e reserve.   Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver quente, mas sem ferver, junte porções do nhoque. Espere que subam até a superfície da água e, com o auxilio de uma escumadeira, retire os nhoques e coloque-os sobre uma travessa. Repita a operação até que todos os nhoques estejam cozidos. Distribua o molho sobre os nhoques e sirva guarnecido com queijo parmesão ralado.






quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

PEITO DE FRANGO GRELHADO COM GELEIA DE PIMENTA E PURÊ DE COUVE FLOR





Essa é uma daquelas receitas que são simples mas possuem um sabor surpreendente, tambem são otimas para quem esta de dieta – diminuindo a quantidade de geleia  - porque enchem os olhos e o paladar, é cheia de sabor!
A receita da geleia eu já dei aqui no blog mas, caso voce nao queira fazer a sua em casa, pode substituir por qualquer geleia com pimenta que compra no supermercado – logico que a feita em casa é sempre mais saborosa mas vale aqui a praticidade J

Ingredientes
Para duas pessoas
2 peitos de frango limpos
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de vinagre
Sal e pimenta do reino a gosto
2 xicaras de suco de laranja
½ xicara de geleia de laranja com pimenta
½ couve flor
½ xicara de creme de leite
1 xicara de queijo parmesão ralado
2 colheres de sopa de azeite
½ xicara de manteiga

Tempere os peitos de frango para marinarem por alguns minutos. Coloque os peitos em uma vasilha e tempere com o vinagre, o suco de limão, 2 colheres de sopa de azeite, sal e pimenta do reino, o suco das laranjas e alho picado. Deixe marinando enquanto prepara o purê de couve flor. Lave bem a couve flor,  corte em pedaços medios e leve ao fogo em uma panela com água e sal para cozinhar até que esteja macia, cerca de 15 a 20 min. Escorra bem e transfira a couve flor para um processador ou liquidificador. Junte o queijo parmesão e metade do creme de leite. Bata até obter um creme liso, se for preciso junte o restante do creme de leite. Tempere com pimenta do reino, prove e acerte o sal se for necessário. Reserve.

Aqueça uma frigideira com 2 colheres de sopa de manteiga e um fio de azeite. Escorra bem o peito de frango, reservando a marinada, e coloque na frigideira para dourar. Deixe dourar primeiro de um lado, sem virar, e somente coloque do outro quando estiver bem dourado. Faça essa operação com os dois peitos, se for preciso junte um pouco mais de manteiga na frigideira. Abaixe o fogo quando os dois lados estiverem dourados e junte a marinada que estava reservada. Junte uma colher de sopa de manteiga e deixe por 3 minutos. Retire o peito de frango da frigideira e reserve no forno coberto para não esfriar. Se o seu peito for muito grosso entao deixe no forno pre aquecido por 10 min para terminar o cozimento da parte mais grossa.  Passe o molho que ficou na frigideira por uma peneira e reserve. Corte o peito de frango em tiras e sirva com o purê de couve flor, o molho e uma porção generosa de geleia de pimenta com laranja.






quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

TORTA DE BANANA COM CARAMELO





Uma de minhas filhas adora banana mas tem um problema, assim que a banana começa a ficar muito pintadinha de preto, já ficando bem madura, ela não come mais e, por mais que tente sempre comprar poucas unidades, cachos bem pequenos, de vez em quando sobram bananas, ou melhor, ficam algumas unidades de banana rodando pela cozinha. Confesso que não sou muito fã de comer a fruta in natura, só mesmo em casos de muita fome e pouca opção, mas, tambem, não gosto de desperdicio. Não gosto de ver as bananas serem jogadas fora. O que fazer então?! Tentar aproveitar e fazer outras receitas de usem banana. Doce de banana em calda é o mais rápido e prático mas é bom variar. Aqui, esse coringa, vamos chama-lo assim, vem acompanhado de uma casquinha de massa e uma calda de caramelo. Pequenas mudanças que fazem toda a diferença no doce de banana que esta dentro da casquinha! 😊

Ingredientes
Para duas tortinhas
4 bananas maduras
1 xicara de açucar mascavo
Suco de ½ limão
Para o caramelo
1 xícara (chá) de creme de leite fresco
1 ¼ de xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga
Para o massa da torta
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
100 g de manteiga gelada em cubos
⅓ de xícara (chá) de açúcar
1 ovo
1 gema
½ colher (chá) de fermento em pó

Faça o caramelo. Numa panela pequena, aqueça o creme de leite em fogo médio. Quando começar a ferver, desligue o fogo. Coloque o açúcar numa panela funda e leve ao fogo médio até derreter completamente e formar um caramelo uniforme - para desfazer os cristais de açúcar e evitar que queime, mexa de vez em quando com uma espátula de silicone. Assim que o caramelo se formar, retire a panela do fogo, adicione a manteiga e mexa vigorosamente com um batedor de arame até derreter e formar uma mistura lisa. Acrescente o creme de leite aos poucos, mexendo sempre até formar uma calda. Cuidado: o creme de leite pode borbulhar. Volte a mistura ao fogo médio e cozinhe por apenas 2 minutos, sem parar de mexer - a calda vai terminar de engrossar quando esfriar. Transfira para uma tigela e deixe esfriar em temperatura ambiente. 
Faça a massa. Numa tigela, misture a farinha, o açúcar e o fermento em pó. Acrescente a manteiga em cubos e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa grossa.  Junte o ovo e a gema e amasse com as mãos até formar uma massa lisa - ela é bem macia, não se assuste. Modele uma bola e envolva com filme. Leve para a geladeira e deixe por no mínimo 30 minutos para firmar antes de usar. Essa receita rende uma torta (base e cobertura) de 25 cm de diâmetro e dura até 3 dias na geladeira. Você não precisa utilizar toda a receita de uma unica vez. Você também pode assar apenas a base da torta e armazenar por até 5 dias embalada com filme, na hora de servir basta cobrir com o recheio desejado
Faça o recheio. Descasque e corte as bananas em rodelas. Coloque em uma panela pequena e leve ao fogo com o açucar mascavo e o suco do limão. Cozinhe, misturando de vez em quando, até que o açucar tenha se desolvido e caramelado um pouco com as bananas. Desligue o fogo e reserve.
Volte a massa. Retire a massa da geladeira e forre uma forma de fundo removivel. Leve ao forno pré aquecido por 20 minutos, ou até que esteja dourada. Retire a forma do forno e deixe esfriar. Retire a massa da forma e transfira para um prato. Coloque o recheio de banana e cubra com uma porção generosa de caramelo. Sirva com sorvete de sua preferencia ou simplesmente pura. 😊





terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

NHOQUE DE BATATA SEM GLÚTEN COM RAGU DE PORCINI E FONDUTA DE QUEIJO






A principio essa combinação não parece muito boa mas pode acreditar, a fonduta de queijo com os cogumelos refogados é perfeita! Esse prato, embora seja uma massa, é bem leve e uma opção bem bacana para quem é celiaco ou para quem é vegetariano.  A fonduta  é um tipo de molho de queijo originário da Itália que eu já usei em várias receitas aqui do blog. Confesso que é um dos meus molhos preferidos e combina com quase tudo.
, pais que possui mais de 300 tipos de queijos, cada região com sua especialidade. A fonduta é muito utilizada na culinária pois é simples, fácil de ser feita e super versátil combinando com uma variedade incrível de pratos. Existem várias receitas mas, a base, é feita com o creme de leite, manteiga e um queijo, sempre o de sua preferencia. Na italia prevalece o queijo de cada região, assim encontram-se fondutas de parmeggiano, de gruyere, fontinha, etc... O tipo de fonduta, sabor e consistência são dados pela qualidade do queijo, o tipo e a quantidade utilizada na receita tornado esse molho mais versátil ainda. O creme de leite é utilizado para permitir que o queijo seja derretido lentamente, sempre em fogo bem baixo. A fonduta fica perfeita com pratos de massa e polentas mas também pode ser utilizado em outras preparações.

Ingredientes
Para duas pessoas
300gr  batata
2 ovos
2 xícaras de farinha de arroz (ou o quanto baste, a quantidade pode variar dependendo do tamanho de sua batata e da umidade)
Farinha de arroz para polvilhar
Sal e pimenta do reino a gosto
½ xicara de caldo de legumes caseiro
500 ml de creme de leite fresco
200gr de queijo fontina, Grana padano, parmesão ou outro de sua preferência, ralado bem fininho
3 colheres de sopa de manteiga gelada
Pimenta branca moída na hora
150gr de cogumelos porcino
2 galhos de tomilho
½ xicara de shoyo
2 colheres de sopa de manteiga
½ cebola
2 dentes de alho
Azeite



Descasque as batatas, enrole em papel alumínio e coloque no formo quente a 220º.C por 30 min ou até que estejam macias.  Passe pelo espremedor até obter um purê. Quando estiver fria junte os ovos e misture bem. Junte 1 xícara de farinha de arroz. Misture bem e coloque a massa sobre uma superfície lisa polvilhada com a farinha de arroz. Com o auxilio das mãos verifique se a massa já esta no ponto de ser modelada, se necessário adicione mais farinha de arroz. A massa não deve ser muito firme nem muito mole. Massa muito firme deixa o nhoque pesado para a digestão, massa muito mole, com pouca farinha, se desmancha quando cozida. Corte pedaços de massa e modele, enrole em tiras e corte em cubos. Com o auxilio de uma faca, faça o corte dos nhoques. Reserve e faça o molho. Aqueça o creme de leite em fogo baixo até quase ferver. Junte os queijos e abaixe bem o fogo. Mexa até que os queijos derretam por inteiro. Tempere com a pimenta branca moída na hora. Desligue o fogo e misture a manteiga gelada. Leve para um liquidificador ou mixer e processe. Desligue o fogo e reserve.  Faça os cogumelos. Descasque e pique a cebola e o alho. Limpe os cogumelos e corte em fatias ou pedaços, conforme sua preferencia. Aqueça uma frigideira com 3 colheres de sopa de azeite e junte a cebola picada e o alho, deixe por dois minutos até que a cebola esteja transparente, junte os cogumelos e refogue até que esteja todo envolto no azeite. Por ultimo junte o molho shoyo e as folhas de tomilho. Tempere com pimenta do reino, prove e acerte o sal se for necessario. Deixe no fogo até que o shoyo tenha reduzido. Desligue e reserve. Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver quente, mas sem ferver, junte porções do nhoque. Espere que subam até a superfície da água e, com o auxilio de uma escumadeira, retire os nhoques e coloque-os sobre uma travessa. Repita a operação até que todos os nhoques estejam cozidos. Distribua o molho no fundo do prato, cubra com uma porção de nhoques e cogumelos e guarneça com queijo parmesão ralado.



segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

CHURROS DE QUEIJO COM ERVAS


 Eu gostei bastante dessa receita de churros de ervas que pode ser servido tanto com um molho de queijo quanto com geleia de pimenta. É uma opção diferente para servir no lanche dos crianças ou, ate mesmo, como petisco para acompanhar um chopp. A receita veio do site Spoonfork Bacon, qu eue adoro e super recomendo.

Ingredientes
1 xcara de farinha
1 colher de sopa de alcaparras picadas
2 colheres de chá de folhas de tomilho
1 colher de chá de fermento em pó
½ colher de chá de sal
1 xícara de água fervendo
¼ xícara + 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
Óleo para fritar

Em uma vasilha misture a farinha, as alcaparras, as folhas de tomilho, o fermento e o sal. Misture bem. Adicione, aos poucos, a água quente mexendo sempre até formar um massa levemente úmida. Misture, aos poucos, o queijo parmesao ralado. Transfira a massa para uma bisnaga de confeiteiro com um bico estrela. Aqueça uma panela com o óleo e quando estiver bem quente faça os churros colocando a bisnaga sobre a panela e cortando os churros. Deixe fritar por 4 a 5 minutos ou ate que estejam dourados. Faça pequenas porções por vez até completar toda a massa. Escorra e deixe em papel toalha para escorrer toda a gordura. Polvilhe com sal e sirva acompanhada de molho de queijo ou de geléia de pimenta.





sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

ATUM SELADO COM MOLHO TERIAKY E PURÊ DE COUVE FLOR



Para mim esse purê de couve flor é um dos acompanhamentos mais leves que tem para uma refeição. Ele é perfeito para acompanhar um peixe, frutos do mar ou, até mesmo um frango.
A caloria é bem baixa e fica presente somente no creme de leite, que não é muito, que voce junta para poder bater o purê mas que pode, facilmente, ser substituida por um creme de leite light.

Ingredientes
Para duas pessoas
1 lombo de atum fresco e limpo
1 couve flor média
1 xicara de creme de leite
1 colher de sopa de manteiga
Azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
½ limão
Para o molho teriaky
2/3 de xícara (chá) de shoyu (molho de soja)
3 colheres (sopa) de açúcar
1/2 xícara (chá) de saquê mirim
1 colher (sopa) de gengibre ralado
1 dente de alho picado

Faça o molho. Aqueça uma frigideira Misture todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo baixo. Mexa por cerca de 5 minutos até engrossar. Transfira para uma molheira e reserve.

Limpe o lombo de atum retirando toda a carne escura que fica em contato com o sangue. Coloque em uma vasilha e regue com um fio pequeno de azeite e tempere com o suco de limão, pimenta do reino a gosto e o alho picado. Deixe marinar por uns 15 min. Enquanto estiver marinando faça o purê. Lave bem a couve flor e corte em pedaços. Leve para cozinhar em uma panela com água e sal até que esteja macia, cerca de 20min.  Escorra e coloque, aos poucos, no liquidificador para processar. Vá juntando um pouco de creme de leite caso necessário para que possa processar mas não coloque demais para que o pure não fique muito liquido. Quando estiver bem homogeneo desligue e transfira para uma panela pequena.  Tempere com pimenta do reino a gosto e, se quiser, pode juntar um pouco de queijo parmesão ralado. Reserve. Coloque sal no atum somente na hora que for fritar. Aqueça uma frigideira com 2 colheres de sopa de azeite e a manteiga, quando estiver bem quente junte o lombo de atum escorrido e deixe dourar de um lado primeiro, vire e doure do outro. Repita a operação ate que todos os lados estejam dourados, lembre-se que o miolo do lombo de atum deve ficar cru para que o atum não fique muito ressecado. Retire e coloque sobre uma superficie lisa. Com o auxilio de uma faca bem afiada corte as lâminas de atum. Sirva uma porção de purê no fundo do prato e, sobre ele, disponha as fatias de atum e o molho teriaky.




segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

PUPUNHA SALTEADO COM ERVAS NA ESPUMA DE QUEIJO




Estou, como sempre, tentando fazer uma dieta ou, pelo menos, diminuir os carboidratos da noite. Nesse novo momento estou optando com pratos mais leves, as vezes nem sempre light, que consigam combinar sabor e leveza. A parte menos leve dessa receita é a espuma de queijo que leva creme de leite fresco e queijo parmesão. Tambem é uma das partes mais gostosa do prato. Kkkkkkkk
De qualquer forma não fica uma sensação de peso para ser consumida a noite, ficou realmente muito leve e muito gostosa. Usei palmito pupunha fresco, aparas que eu tinha na geladeira.

Ingredientes
Para duas pessoas
De 3 a 4 pedaços de palmito pupunha fresco
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de folhas de tomilho ou outra erva de sua preferencia
250ml de creme de leite fresco
1 xicara de queijo parmesão ralado de boa qualidade
2 colheres de sopa de requeijão light
Sal e pimenta do reino branca

Começa fazendo o creme de queijo. Em uma panela pequena coloque o creme de leite e deixe aquecer, junte o requeijão e o parmesão ralado e mexa bem até que esteja homogêneo. Tempere com pimenta do reino, misture bem e prove para acertar o sal. Lembrando que o queijo parmesão já é salgado. Deixe levantar fervura e desligue o fogo. Lave o palmito e corte em cubos médios para pequenos. Coloque a manteiga na frigideira e leve a fogo médio. Coloque o palmito cortado e deixe dourar de todos os lados, misture as folhas de tomilho, ou a erva de sua preferencia, e misture bem até que o palmito comece a ficar dourado nas laterais. Tempere com sal e desligue o fogo. O ideal é voce ter um sifão para fazer a espuma mas, caso não tenha, use um processador.  Com o auxilio de um processador bata o creme de queijo até fazer uma espuma leve. Coloque no fundo do prato e sirva uma porção de palmito salteado por cima.







segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

RAVIOLI DE COUVE COM PURÊ DE FEIJÃO FRADINHO, PORCO E FAROFINHA


Esse é um ravioli aberto de folha de couve que fiz recheado com um purê de feijão fradinho que eu adoro. Para acompanhar fritei cubinhos de lombo de porco e uma farofinha de panko que ficou bastante crocantee perfeita com o restante. Eu fiz para ser uma entrada diferente de um almoço de familia, na verdade são os ingredientes simplificados de uma feijoada de uma forma mais simples e light de comer. Eu gostei muito do resultado e vou repetir muitas vezes aqui em casa. Sabe que comida a gente, tambem, come com os olhos!! Eu, sem duvida, como primeiro com os olhos para depois sentir o paladar e, confesso, adorei o visual desse ravioli com cores bem vivas e convidativas.

Ingredientes
Para quatro pessoas
4 folhas de couve grandes
2 xicaras de feijão fradinho cozido
½ pimenta dedo de moça
200gr de barriga de porco
2 xicaras de farinha panko
Azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
Manteiga
3 dentes de alho
1 cebola pequena


Descasque e pique a cebola e o alho. Em uma frigideira coloque 1 colher de sopa de manteiga, um fio de azeite e a cebola para refogar. Deixe a cebola refogar até que esteja transparente, junte dois dentes de alho picado e deixe refogar por 2 minutos. Retire as sementes da pimenta dedo de moça e corte em cubos pequenos. Junte ao refogado. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Desligue o fogo e transfira o refogado para um processador ou liquidificador junto com o feijão já cozido. Processe até obter um creme liso, se for preciso junte um pouco mais de azeite. Prove e acerte o sal e pimenta se necessário. Reserve. Corte a barriga de porco em cubos pequenos e coloque em uma frigideira para dourar. Escorra em papel toalha e reserve. Aqueça uma frigideira com 3 colheres de manteiga e junte a farinha panko, misture bem e deixe em fogo médio ate que esteja bem dourada. Reserve. Aqueça uma panela com água e sal e, quando estiver quente, junte as folhas de couve. Deixe por 2 minutos, retire e coloque em água gelada para interromper o cozimento. Coloque uma folha sobre uma tabua e, com o auxilio de um cortador circular, corte um circulo da folha. Faça o possivel para não pegar a parte do caule central. Repita a operação com as outras folhas. Na hora de servir coloque uma porção do purê de feijão fradinho no centro da couve dobre como um ravioli, disponha no centro de um prato, junte a farofa de panko e os cubos de porco. Regue um azeite e sirva.




quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

TEMPURA DE GEMA DE OVO COM QUINOA VERMELHA




Eu adoro receitas de ovo que sejam assim uma surpresa, como esse tempura. Olhando por fora parece uma bolinha frita, que de inicio você imagina que é toda solida mas quando corta, ou coloca na boca, a gema ainda esta toda liquida por dentro. Já fiz algumas técnicas diferentes aqui no blog e essa descobri em um blog que fiquei apaixonada, o Fresa & Pimenta. Aconselho uma visita.

Ingredientes
Para duas pessoas
2 gemas de ovo bem frescas
1 xicara de farinha de trigo
½ xicara de água bem gelada
Óleo para fritar
1 xicara de quinoa vermelha
3 xicaras de caldo de legumes
2 colheres de sopa de azeite
Sal e pimenta do reino fresca a gosto
1 colher de pesto

Comece preparando a gema para fazer o tempura. Corte um pedaço médio de papel filme e unte o centro com um pouco de óleo ou azeite. Separe as gemas das claras escorrendo bem. Coloque cada gema em um papel separado e untado. Feche o papel filme formando um saquinho com a gema no centro e leve ao congelador por 1 hora ou até que a gema fique congelada. No meio tempo faça a quinoa. Lave os grãos e escorra. Leve uma panela ao fogo médio com uma colher de azeite e a quinoa e uma xicara de caldo. Deixe ferver e abaixe o fogo. Vá juntando o caldo aos poucos até que a quinoa esteja macia. Reserve. Prepare a massa do tempura. Junte a farinha de trigo e a água bem gelada. Misture bem. Coloque o óleo em uma panela e deixe esquentar. Retire a gema do congelador e do plástico filme. Passe pela massa de tempura e coloque imediatamente dentro do óleo quente, deixe dourar de todos os lados rapidamente, não deve passar de 4 min na frigideira, caso contrario a gema ficará dura, totalmente cozida. Se você não tiver pesto em sua casa, bata no processador salsinha com azeite. Na hora de servir coloque uma porção de quinoa, a gema por cima e polvilhe um pouco do pesto.





terça-feira, 2 de janeiro de 2018

RAVIOLI DE BRIE COM MANTEIGA NOISETTE, SÁLVIA E AMÊNDOAS



Essa é uma das receitas de ravioli que eu mais gosto, é bem leve e tem um sabor maravilhoso, é o prato perfeito para um jantar com uma boa taça de vinho. A massa, por ser caseira, é leve trazendo um sabor todo especial para a combinação do queijo com a sálvia e as amêndoas. O trabalho aqui fica por conta de fazer a massa e rechear os raviolis mas, para quem tem experiencia ou habilidade na cozinha, vale o trabalho para poder saborear esse prato que é uma loucura. Para aqueles que possuem a forma de ravioli, que é o meu caso, o trabalho fica bem simplificado podendo fazer o recheio rapidamente para vários raviolis ao mesmo tempo :)
Sempre faço a conta de 1 ovo e 100gr de farinha por pessoa porem sempre sobra um pouquinho mais então, nesse caso, a medida abaixo acaba dando para alimentar 3 pessoas, isso se não tiver ninguém guloso demais :)


Serve até 3 pessoas
Ingredientes
200gr de farinha de trigo
2 ovos frescos
1 colher de sopa de azeite
1 xicara de queijo parmesão de boa qualidade
200gr de queijo brie
Azeite
Sal a gosto
1 xicara de manteiga
½ xicara de amêndoas torradas sem casca
½ xicara de folhas de salvia fresca

Para fazer a massa do ravioli. Em uma vasilha coloque a farinha. Faça um burraco no centro da farinha e coloque 1 colher de sopa de azeite e os ovos. Com as mãos misture bem até formar uma bola de massa. Se estiver muito seca junte uma colher de sopa de água até que esteja uniforme. Envolva a massa com um filme plástico e deixe descansar na geladeira por 30min. Monte a maquina de fazer macarrão e polvilhe a superfície com farinha de trigo. Retire a massa da geladeira  e passe a massa na maquina até obter laminas finas. Com o auxilio de um cortador redondo corte discos de massa. Abra o brie e corte cubos pequenos. Reserve. Sobre um disco coloque um ou dois cubos de brie – depende do tamanho dos discos de massa e do tamanho dos cubos de brie. Molhe as bordas do disco de massa e disponha outro disco por cima. Pressione as bordas até que estejam fechadas. Repita essa operação até formar todos os raviolis. Reserve. Faça o molho. Em uma panela pequena coloque a manteiga e leve ao fogo baixo para derreter, conforme a manteiga for derretendo formará uma espuma na superficie. Com o auxilio de uma colher retire toda a espuma que se forma até que não fique mais nada. Deixe a manteiga dourar até adquirir uma cor marron claro. Junte as folhas de salvia, desligue o fogo e junte as amêndoas. Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver fervendo abaixe o fogo e  junte os raviolis. Deixe cozinhar por 4 minutos e escorra. Junte os raviolis ao molho. Sirva com queijo parmesão ralado.




terça-feira, 19 de dezembro de 2017

BACALHAU COM GRÃO DE BICO E ERVILHAS




Há quem goste de um bom prato de bacalhau no Natal e Ano Novo - eu gosto - e essa é uma das opções que eu sugiro aqui no blog, além das outras receitas que já publiquei - para voce saborear durante esse periodo de festas. Um pouquinho diferente das receitas tradicionais, esse bacalhau é quase que um ensopado no molho de tomate com grão de bico - uma delicia!

Ingredientes
Para duas pessoas
400gr de bacalhau dessalgado
10 cebolinhas pequenas do tipo bolinha
200gr de grão de bico já cozido e escorrido
½ xicara de azeitonas verdes
4 dentes de alho
2 xicaras de passata de tomates
1 ½ xicara de Azeite
2 xicaras de ervilhas macarrão cortadas em cubos de 2cm
Sal e Pimenta do reino a gosto
Retire a casca das cebolas e dos dentes de alho. Aqueça uma panela com água e sal e coloque as ervilhas para cozinhar por 2 minutos junto com as cebolas e o alho. Deixe por um minuto, escorra e reserve. Unte uma travessa com azeite e disponha as postas de bacalhau, ou pedaços, e distribua sobre a travessa as azeitonas, as ervilhas e o grão de bico. Regue tudo com azeite e cubra com a passata de tomate e leve ao forno por 20 minutos. Aqueça uma frigideira com azeite, corte as cebolas ao meio e deixe dourar até que a crie uma casquinha dourada dos dois lados. Retire o bacalhau do forno e, na hora de servir, junte as cebolas douradas.

 Veja outras receitas de Bacalhau
BACALHAU GRATINADO COM MOLHO TOMATE, BATATAS E CEBOLAS
BACALHAU GRÃO DE BICO E CROCANTE DE PANKO
BACALHAU COM LEGUMES
BACALHAUCOM NATAS
BACALHAU A ESPANHOLA
BACALHAU ESPIRITUAL
VOUL AU VENT DE BACALHAU





sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

RAVIOLI DE PERA COM BLUE CHEESE E MEL TRUFADO








Eu adorei essa entreda. Ficou bonita, ficou gostosa e bem simples de fazer, é este o tipo de receita que eu adoro. Um visual bacana, um gosto melhor ainda e sem dar trabalho. O unico detalhe que voce tem que tomar cuidado é na escolha da pera. Eu uso pera willians, que é macia e voce tem que escolher as peras que são mais “ gordinhas”, que voce pode passar no mandolim e retirar fatias que sejam grandes o suficiente para moldar os circulos do ravioli. O mel trufado pode ser substituido pelo mel tradicional de sua preferencia.

Ingredientes
Porção para 2 pessoas
1 pera willians madura e grande
1 xicara de queijo gorgonzola
1 colher de sopa de creme de leite
Pimenta do reino a gosto
½ xicara de suco de limão
Mel trufado


Em uma vasilha coloque o queijo gorgonzola e amasse com um garfo. Misture um pouco de creme de leite até que o gorgonzola fique um pouco mais cremoso. Tempere com pimenta do reino a gosto e reserve. Aqueça uma panela pequena com água e quando estiver fervendo desligue o fogo e junte o suco de limão. Reserve. Lave bem a pera e passe a lateral, mais gordinha, pelo mandolim para obter laminas bem finas. Mergulhe as laminas na água quente com o limão. Deixe um minuto e retire. Com o auxilio de um molde circular corte os circulos de pera. Pegue uma lâmina de pera, seque sobre papel toalha e disponha sobre o prato que será servido. Sobre a lâmina coloque uma porção do creme de gorgonzola e sobre ele outra lâmina de pera. Repita essa operação colocando a quantidade desejada de raviolis em cada prato. Para finalizar coloque um fio de mel trufado. Sirva.






terça-feira, 5 de dezembro de 2017

GELÉIA DE LARANJA COM PIMENTA




Já fazia muito tempo que andava atras de uma receita de geléia de laranja com pimenta mas não conseguia achar nada que fosse bacana na internet. Recentemente ganhei um super presente, de uma super Amiga, Patricia Antunes, que foi o livro do Thiago Castanho, dono do Remanso do Bosque em Belem.  No livro, que é cheio de receitas maravilhosas tem essa receita de geléia de laranja com pimenta que é maravilhosa. Fiquei encantada com a receita e com o sabor da geléia e, mais ainda, em como ela é fácil de ser feita. Aproveite e experiemente.

Ingredientes
1 maça
200ml de suco de laranja
2 dentes de alho
1 xícara de açucar
4 pimentas dedo de moça sem as sementes


Descasque a maça e passe pelo ralador de ralo grosso. Coloque em uma panela e junte o açucar, o suco de laranja, os dois dentes de alho sem casca inteiros e a pimenta de dedo de moça cortada em pequenos cubos. Leve ao fogo médio até começa a ferver, despois abaixe o fogo e deixe por 20min. Desligue e coloque em potes de vidro esterelizados e deixe na geladeira. A geléia endurece um pouco depois que vai a geladeira entao não aperte o ponto pensando que esta liquida demais.