sexta-feira, 22 de setembro de 2017

VIEIRA COM CROCANTE DE PANKO E ERVAS




Essas vieiras foram frescas de uma fazenda de vieiras de Angra dos Reis da Fazenda das Vieiras. Eles entragam no Rio sob encomenda mas só em quantidade. Já postei sobre eles aqui no blog em outro post de vieira. aqui Assim como da outra vez, optei por fazer receitas sem acompanhamentos para poder curtir mais o sabor da própria vieira sem que ficasse mascarado por outros ingredientes. Essa receita aqui é mais uma entrada, super bacana e super gostosa.

Ingredientes
Para duas pessoas
10 vieiras frescas
1 colher de chá de alho em pó
1 colher de chá de pimenta do reino fresca
½ limão
Azeite
2 xicaras de farinha de panko
½ xicara de folhas de alecrim fresco
4 colheres de sopa de manteiga

Limpe bem as vieiras e tempere-as com sal, pimenta do reino a gosto e o alho em pó. Aqueça uma frigideira com 1 colher de sopa de manteiga e um fio de azeite. Quando estiver quente coloque as vieiras para grelhar de um lado, deixe por 1 minuto e vire o outro lado, aguarde mais 1 minuto e desligue o fogo. Reserve. Pique as folhas de alecrim o mais fino que conseguir. Aqueça uma frigideira com o restante da manteiga e junte a farinha de panko. Deixe dourar levemente e junte o alecrim picado, misture bem, tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Sirva as vieiras acompanhadas da farofa de panko temperada.





terça-feira, 19 de setembro de 2017

TALHARIM COM AÇAFRÃO E PUPUNHA FRESCO



Você conhece a origem do Açafrão? Sabe reconhecer o açafrão verdadeiro quando encontra na loja? Sabia que algumas lojas vendem a cúrcuma como açafrão e que essa especiaria é conhecida como açafrão da terra?
O açafrão verdadeiro é  extraído dos pistilos de flores de Crocus Sativus, uma planta da família das Iridáceas. É utilizado desde a antiguidade como especiaria, principalmente na culinária do Mediterrâneo. O açafrão verdadeiro é tido como uma das mais caras ou a mais cara especiaria do mundo uma vez que, para se obter um quilo de açafrão seco, são processadas manualmente cerca de 150.000 flores, e é preciso cultivar uma área de aproximadamente 2000  m².  Quando voce vai em um restaurante barato, ou de preço mediano e encontra um prato que diz que é feito de açafrão, desconfie. Provavelmente é feito de açafrão da terra, que provem de uma raiz e é totalmente diferente do açafrão verdadeiro. Na foto abaixo deixei os pistilos do açafrão verdadeiro na receita para que voces pudessem ver a diferença.
Voce pode encontrar o açafrão fresco, em pistilos, em boas delicatessens ou lojas especializadas, também pode encontrar – nessas mesmas lojas – algumas misturas de especiarias especificas para pratos que utilizam o açafrão como, por exemplo, a Paella. Nesses  casos procure comprar as marcas importadas de boa qualidade para ter uma garantia maior que o açafrão contido na mistura não é um produto similar que apenas dá a cor a sua receita deixando de lado o sabor. Bons produtos fazem toda a diferença no sabor final de sua receita.


Serve até 3 pessoas
Ingredientes
200gr de farinha de trigo
2 ovos frescos
1 colher de sopa de azeite
½ cebola
½ copo de vinho branco seco
150ml de creme de leite fresco
½ colher de chá de pistilos de açafrão fresco
1 xicara de queijo parmesão de boa qualidade
½ bandeja de palmitos frescos
Azeite
Sal a gosto

Para fazer a massa do ravioli. Em uma vasilha coloque a farinha. Faça um burraco no centro da farinha e coloque 1 colher de sopa de azeite e os ovos. Com as mãos misture bem até formar uma bola de massa. Se estiver muito seca junte uma colher de sopa de água até que esteja uniforme. Envolva a massa com um filme plástico e deixe descansar na geladeira por 30min. Monte a maquina de fazer macarrão e polvilhe a superfície com farinha de trigo. Retire a massa da geladeira  e passe a massa na maquina até obter laminas finas. Monte o cortador de espaguete e corte o macarrão. Reserve.  Faça o molho. Em uma panela pequena coloque o creme de leite e a cebola. Leve ao fogo baixo e deixe em infusão por 15 min. Retire o pedaço de cebola, junte o açafrão e o queijo parmesão,  misture bem.  Aqueça em fogo baixo por 3 min e deixe descansar. Lave bem e corte o palmito em rodelas de 1cm de espessura. Aqueça uma frigideira com 1 colher de azeite e coloque as rodelas de palmito, deixe cozinhar por 2 minutos mexendo se for necessário. Junte o vinho e deixe reduzir até a metade. Abaixe o fogo e junte o molho de creme de leite, misture bem. Prove e acerte o sal se for necessário. Reserve.
Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver fervendo abaixe o fogo e  junte o espaguete. Deixe cozinhar por 4 minutos e escorra. Junte o espaguete ao molho. Sirva com queijo parmesão ralado.





sexta-feira, 15 de setembro de 2017

FRANGO NA CERVEJA, BACON, COGUMELOS E QUEIJO



Existe uma receita de frango na cerveja com bacon que eu gosto muito mas que faço pouco na minha casa porque minhas filhas não são muito fãs de bacon. Essa receita aqui foi meio que uma mistura dessa receita inicial mas com menos gosto do bacon da receita orginal, na verdade foi uma mistura de um monte de coisas que eu tinha na geladeira (kkkkk) mas ficou muito bom!!

Ingredientes
Para duas pessoas
2 peitos de frangos ou duas sobrecoxas grandes
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de vinagre
1 colher de sopa de suco de limão
1 garrafa de 250ml de cerveja clara
1 cebola grande
100gr de toucinho ou bacon em fatias
150gr de cogumelos em conserva
2 galhos de alecrim
1 xicara de queijo parmesão ralado
1 xicara de creme de leite fresco
Sal e pimenta do reino a gosto
Azeite


Coloque  o frango em um refratario e tempere com o suco de limão, o vinagre, o alho picado e pimenta do reino a gosto. Regue com um fio de azeite, misture bem e deixe marinar por 30 min. Enquanto o frango esta marinando corte a cebola em laminas bem finas e reserve. Corte o toucinho em cubos pequenos retirando o couro – se estiver usando fatias de bacon entao corte-as em tiras pequenas. Aqueça uma frigideira e coloque os cubos de toucinho para fritar até que estejam dourados, junte a cebola em laminas e deixe fritar até que esteja bem dourada e começando a caramelizar. Desligue o fogo e junte a cebola e o bacon ao refratario que esta o frango com a marinada. Espalhe a cebola proporcionalmente pelo refratario. Tempere tudo com sal e disponha as folhas de alecrim. Abra a cerveja e coloque no refratário até cobrir quase todo o frango.  Leve ao forno pre aquecido a 180º.C por 30 min ou até que o frango comece a ficar dourado. Nesse momento junte os cogumelos cortados ao meio.  Em uma vasilha misture o creme de leite o queijo parmesao ralado misturando bem. Junte essa mistura ao refratario e deixe no forno até que o liquido tenha reduzido pela metade. Voce pode coar o molho antes de servir separando e mantendo o bacon ou pode servi-lo sem coar retirando apenas as folhas de alecrim – é como eu gosto. Sirva com arroz branco e batatas acompanhada do molho. Maravilhoso!!





segunda-feira, 11 de setembro de 2017

LÍNGUA GRELHADA COM ERVILHAS




Língua de boi é um daqueles ingredientes que quando você fala para as pessoas que vai comer a grande maioria torce o nariz. Confesso que não sei se experimentaria comer língua se fosse adulta, e nunca tivesse provado. É estranho! Mas eu adoro desde que me lembro por gente minha mãe fazia língua – sempre defumada. Não gosto da língua fresca, para falar a verdade não tenho costume de come-la mas simplesmente adoro a língua defumada.
Voce pode comprar a linha com a pele externa ou sem, vou dar a receita aqui de como retirar a pele.

Ingredientes
Para 4 pessoas
1 língua defumada média
3 folhas de louro
½  cebola média
3 colheres de sopa de vinagre
1 pacote de ervilhas congeladas
6 cebolas do tipo bolinha
200gr de de manteiga
Sal e pimenta do reino a gosto


Coloque a língua em uma panela de pressão e cubra com água. Junte as folhas de louro e meia cebola. Feche a panela e deixe na pressão. Conte 30 min após começar a apitar. Retire a pressão e retire a língua da panela. Com o auxilio de uma faca bem afiada retire a pele até que toda a língua esteja limpa. Se você comprou uma língua sem pele então não precisa fazer essa etapa. Para servir esse prato você pode cortar a língua em fatias ou em cubos. Corte a língua em pedaços de sua preferencia e reserve. Aqueça uma panela com água e sal e quando estiver fervendo coloque as cebolas bolinhas, sem casca, para cozinhar por 5 min. Escorra e reserve. Aqueça uma frigideira com 2 colheres de manteiga e um fio de azeite. Tempere a língua com sal e pimenta do reino fresca  e doure os pedaços de língua. Retire a língua da frigideira, limpe o excesso de gordura e coloque 2 colheres de sopa de azeite. Corte as cebolas ao meio e coloque na frigideira para dourar as bordas. Reserve. Retire novamente o excesso de gordura da frigideira e junte 3 colheres de sopa de manteiga. Quando estiver derretida junte as ervilhas. Tempere com sal e pimenta do reino fresca. Reserve. Sirva a língua com as ervilhas e as cebolas.



segunda-feira, 4 de setembro de 2017

CAMARÕES COM CHILLI, LEITE DE COCO, CASTANHAS E COUSCOUS


Ultimamente estamos com uma febre de comidas bem temperadas e picantes aqui em casa. Todos esses temperos como curry, masala, tandor masala, chili powder, etc... são bem frequentes em nossos pratos de frutos do mar e frango. Essa foi mais uma mistura de tempero que deu super certo.

Ingredientes
Para duas pessoas
300gr de camarões frescos limpos
2 dentes de alho
1 cebola média
½  limão
1 xicara de castanhas do caju
1 vidro de leite de coco (100ml)
1 colher de chá de coentro em grãos
1 colher de chá de cominho em grãos
1 colher de chá de chili pepper em flocos
1 colher de chá de chilli powder
1 colher de chá de cúrcuma
1 colher de chá de pimenta do reino em grãos
Azeite
½ maço de ceboulette
sal


Em uma frigideira coloque os grãos de coentro, cominho, chilli pepper e pimenta do reino. Aqueça em fogo baixo até que os temperos estejam soltando seu aroma. Desligue o fogo e transfira-os para um pilão. Junte os dentes de alho e massere até obter um creme homogeneo. Coloque os camarões em uma vasilha e adicione o alho e temperos amassados, mexa bem e junte o suco de ½ limão, duas colheres de sopa de azeite, a cúrcuma e o chilli powder. Misture novamente e deixe descansar na geladeira por, pelo menos, 30 minutos. Aqueça uma frigideira grande com um pouco de azeite e quando estiver bem aquecida junte os camarões escorridos.  Tempere com sal e deixe dourar os dois lados rapidamente para que não fiquem borrachudos. Retire-os da frigideira e reserve. Abaixe o fogo e junte o restante da marinada que estava na vasilha, o leite de coco. Esfregue bem o fundo da frigideira com o auxilio de uma espatula, prove e acerte o sal se for necessário. Junte os camarões, mexa bem, desligue o fogo e, por ultimo, junte as castanhas e a ceboulette cortada bem fininha. Sirva com couscous marroquino ou arroz branco.




quarta-feira, 30 de agosto de 2017

MIL FOLHAS DE PUPUNHA CAPRESE




Essa é o tipo de receita coringa, serve como entradinha charmosa, como lanche e, até mesmo, como uma janta light para dietas e foi nessa ultima opção que fiz esse mil folhas de pupunha com queijo, tomate e azeitonas. É aquele tipo de prato que quando você esta de dieta e precisa comer pouco, leve, light mas adoraria comer alguma coisa que te desse muito prazer, tanto no olhar quanto no sabor. Tem que ser feito com pupunha fresco, de preferencia com caules que sejam mais grossos para que a lamina do mil folhas não fique muito pequena – pode usar laminas menores se quiser servir como entradas de uma única garfada – ficam ótimas!

Ingredientes
1 pratinho de pupunha fresco, o tronco inteiro
2 tomates frescos, maduros porem firmes
1 xicara de azeitonas pretas chilenas sem os caroços
Folhas de manjericão
Creme de requeijão mas pode usar qualquer queijo branco de sua preferencia
Sal e pimenta do reino a gosto
Azeite

Lave o pupunha e passe no mandolim fazendo laminas bem finas. Se você não possuir um mandolim use uma faca bem afiada e tenha cuidado para cortar as laminas finas. Laminas grossas deixam o mil folhas mais pesado. Reserve. Retire a casca e as sementes dos tomates e corte-os em cubos bem pequenos. Coloque duas colheres de sopa de azeite em uma panela pequena e junte os cubos de tomate. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto e deixe refogar mexendo de vez em quando por 10 min. Pegue as azeitonas e corte em pedaços bem pequenos. Reserve. Para a montagem coloque um pingo de azeite no fundo do prato. Sobre ele uma lamina de pupunha temperada com um pouquinho de sal, sobre a lamina uma porção de tomate. Cubra com outra lamina de pupunha, sal e uma camada de azeitona picada. Cubra novamente com uma lamina de pupunha, sal e dessa vez com o queijo. Repita a operação duas vezes finalizando com o tomate. Por ultima regue tudo com azeite, sal e pimenta. Sirva quente ou frio.  Se for servir para entrada, porção de uma única bocada, pode juntar a camada do tomate com as azeitonas.




sexta-feira, 25 de agosto de 2017

NHOQUE DE BATATA DOCE ROXA SEM GLÚTEN COM FONDUTA DE QUEIJO





Eu adorei esse nhoque, alias adoro nhoque sem gluten – você mata aquela vontade de comer uma massa mas, ao mesmo tempo, come uma refeição leve. Ideal para um jantar e falando a verdade, esse prato com batata doce roxa fica lindo! A fonduta de queijo complementa o prato fechando o sabor com chave de ouro. Adoro!

Ingredientes
Para duas pessoas
1 batata doce roxa grande ou duas médias
1 ovo
1 xícara de farinha de arroz (ou o quanto baste, a quantidade pode variar dependendo do tamanho de sua batata e da umidade)
Farinha de arroz para polvilhar
Sal e pimenta do reino a gosto
Para o Molho
300 ml de creme de leite fresco
½ cebola média
1 ½ xicara de queijo parmesão ralado de boa qualidade
½ xicara de vinho branco



Lave bem as batatas doces e enrole-as em papel de alumínio. Leve ao forno pre-aquecido a 200º. C por 40min ou até que estejam macias. Retire-as do forno, parta ao meio e, com o auxilio de uma colher, retire o miolo descartando as cascas.  Passe pelo espremedor até obter um purê bem liso. Reserve. Quando estiver fria junte o ovo  e meia xícara de farinha de arroz e tempere com um pouco de pimenta do reino a gosto. Coloque a massa sobre uma superfície lisa polvilhada com a farinha de arroz. Com o auxilio das mãos verifique se a massa já esta no ponto de ser modelada, se necessário adicione mais farinha de arroz. A massa não deve ser muito firme nem muito mole. Massa muito firme deixa o nhoque pesado para a digestão, massa muito mole, com pouca farinha, se desmancha quando cozida. Corte pedaços de massa e modele, enrole, faça tiras e corte. Com o auxilio de uma faca faça o corte dos nhoques. Reserve e faça o molho. Em uma panela coloque o vinho e a cebola cortada em pedaços médio, deixe reduzir em fogo baixo até que o vinho esteja pela metade. Junte o creme de leite fresco e deixe aquecer. Retire os pedaços de cebola e junte o queijo parmesão ralado misturando bem até que esteja todo dissolvido e o creme homogêneo. Tempere com sal e pimenta do reino branca a gosto. Reserve.   Aqueça uma panela grande com água e sal e quando estiver quente, mas sem ferver, junte porções do nhoque. Espere que subam até a superfície da água e, com o auxilio de uma escumadeira, retire os nhoques e coloque-os sobre uma travessa. Repita a operação até que todos os nhoques estejam cozidos. Distribua o molho sobre os nhoques e sirva guarnecido com queijo parmesão ralado.




terça-feira, 22 de agosto de 2017

LÂMINAS DE FUBÁ COM CREME DE COGUMELOS



Esse é um daqueles testes de cozinha que não ficam da forma que você quer mas, mesmo assim, encontramos um bom resultado. Essas laminas eram para ser diferentes, bem, bem mais leves e finas mas, enquanto não acho a quantidade correta de ingredientes, vou testando e descobrindo outros sabores – não o sabor que eu queria mas um sabor que também pode ser gostoso. É assim que a cozinha funciona, é assim que me divirto entre as panelas.


Ingredientes
Para duas pessoas
100gr de Fubá de milho
1 ovo
Azeite
Água
200gr de cogumelos sortidos (paris, shitake e shimeji) pode usar um único sem problema
100 ml de creme de leite fresco
1 ramo de tomilho
2 dentes de alho
Sal e pimenta do reino a gosto
Óleo para fritar



Em uma vasilha coloque o fubá, o ovo e uma colher de sopa de azeite. Misture bem até obter uma massa homogênea que solte das mãos, se for preciso junte um pouco de água. Polvilhe um pouco de fubá em uma superfície lisa e, com o auxilio de um rolo, abra a massa e corte retângulos 10cm x 4cm. Corte 6 retangulos, cada mil folhas usará 3 retangulos. Reserve. Limpe e corte os cogumelos em tiras. Descasque o alho e passe por um espremedor. Aqueça uma frigideira com 2 colheres de sopa de azeite e coloque o alho para dourar mas não deixe queimar. Junte os cogumelos fatiados, misture bem e tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Junte as folhas de tomilho e, por ultimo, 1 xicara de creme de leite. Misture bem e deixe reduzir um pouco. Prove e acerte o sal e a pimenta se for preciso. Reserve. Aqueça uma panela com óleo e frite as laminas de fubá, escorra e deixe secar em papel toalha. Na hora de servir coloque uma lamina de fubá no fundo do prato e cubra com uma porção generosa de cogumelos, repita a operação com mais duas laminas de fubá terminando com o creme de cogumelos. Polvilhe queijo parmesão ralado por cima. Sirva quente.





quarta-feira, 16 de agosto de 2017

LOMBO DE PORCO DESFIADO COM QUINOA VERMELHA E MOLHO DE MEL E MOSTARDA





Ingredientes
Para duas pessoas
1 xícara de quinoa vermelha
3 xícaras de caldo de legumes
2 colheres de sopa de azeite
½ xícara de mostarda dijon
2 colheres de sopa de mel
1 xícara de lombo de porco cozido e desfiado
Sal e pimenta do reino fresca a gosto
1 colher de pesto

Faça a quinoa. Lave os grãos e escorra. Leve uma panela ao fogo médio com uma colher de azeite e a quinoa e uma xícara de caldo. Deixe ferver e abaixe o fogo. Vá juntando o caldo aos poucos até que a quinoa esteja macia. Reserve. Faça o molho. Coloque a mostarda em uma panela pequena e misture bem o mel, leve ao fogo baixo misturando sempre até ficar homogêneo. Prove e acerte o sabor, se necessário junte um pouco mais de mel. Na hora de servir coloque uma porção de quinoa, a carne de porco desfiada por cima e uma porção do molho de mostarda.


terça-feira, 8 de agosto de 2017

TOMATES RECHEADOS



Essa é o tipo de receita que é fácil de ser feita e que, quase sempre, você tem todos os ingredientes em casa. No caso do recheio eu fiz a sugestão abaixo porque eram as coisas que eu tinha disponível em minha geladeira mas você pode suprimir ou acrescentar, substituir o ingredientes que quiser que será sempre muito gostoso um tomate assado. O panko pode ser substituído sem problemas por farinha de rosca ou miolo de pão batido no liquidificador. A única coisa que eu não abro mão é o queijo parmesão gratinado em cima J  essa também é uma ótima opção para quem esta de dieta. Para que a receita fique vegetariana é só retirar o aliche do recheio.


Ingredientes
Para duas pessoas
2 tomates grandes, maduros e bem firmes
½ xicara de azeitonas pretas sem caroço
½ xicara de panko
1 xicara de queijo parmesão ralado
2 aliches (Corte o aliche para vegetarianos)
1 colher de sopa de alcaparras
Sal e pimenta do reino a gosto


Lave bem os tomates e com o auxilio de uma faca retire a parte de cima. Corte a polpa ao redor do tomate e retire o miolo com o auxilio de uma colher. Polvilhe um pouco de sal e coloque os tomates de cabeça para baixo. Reserve.  Em uma vasilha coloque o panko, 2/3 da xícara de queijo parmesão ralado, as azeitonas cortadas. Misture bem. Corte bem fino as alcaparras e amasse, com o auxilio de um garfo o aliche. Junte tudo a mistura de panko. Tempere com sal e pimenta do reino – cuidado pois o aliche já costuma ser bem salgado. Misture bem. Pegue os tomates e coloque a mistura dentro da cavidade formando um recheio, aperte com uma colher para que esteja bem recheado. Regue com um fio de azeite e cubra tudo com uma porção generosa de queijo parmesão. Unte um refratário com azeite e coloque os tomates recheados. Leve ao forno pre aquecido por 20 min. Sirva quente.







quinta-feira, 3 de agosto de 2017

ESPAGUETE CASEIRO COM TAPENADE DE AZEITONAS PRETAS E PECORINO


Para mim não há nada igual a uma massa fresca feita em casa, o sabor e a leveza compensam qualquer trabalho que você possa ter. Aliás eu nem acho que dê tanto trabalho assim fazer macarrão em casa, rapidinho eu faço a massa e abro na maquina. Vale muito a pena!

Ingredientes
Para duas pessoas
150gr de farinha de trigo
1 ovo grande e uma gema
1 colher de sopa de azeite
1 xícara de azeitonas pretas chilenas
2 colheres de sopa de alcaparras
Sal e pimenta do reino a gosto
1 dente de alho pequeno
Queijo pecorino

Comece fazendo a massa. Em uma vasilha coloque a farinha de trigo e faça uma cavidade no centro. Adicione o ovo e a gema. Com um garfo misture a gema e o ovo e, aos poucos, vá misturando a farinha até que esteja tudo bem incorporado. Se for preciso adicione um pouco de água em temperatura ambiente. Trabalhe um pouco a massa com as mãos até que esteja bem lisa. Reserve.  Em um processador coloque as azeitonas sem caroço, as alcaparras, o dente de alho. Junte uma porção generosa de azeite e processe até obter uma pasta lisa. Reserve. Monte a maquina de macarrão, abra a massa e corte em formato de espaguete. Eu usei o corte mais fino. Enfarinhe a massa cortada para que não cole enquanto esta fazendo o restante do macarrão. Aqueça uma panela com água e sal suficiente para cobrir toda a massa. Quando estiver fervendo adicione  a massa e deixe cozinhar por cerca de 4 minutos. A massa fresca cozinha muito rápido. Escorra e junte a tepanade que esta no processador. Na hora de servir cubra com queijo pecorino ralado na hora.





segunda-feira, 31 de julho de 2017

DADINHO DE TAPIOCA COM GELEIA



Quem não gosta desses dadinhos de tapioca para serem saboreados junto com uma cervejinha ou, até mesmo, uma taça de vinho? A grande vantagem dessa receita é que você pode preparar um tabuleiro grande, cortar os dadinhos e deixar na geladeira para consumi-los durante uma semana. É o que eu faço. Ficam ótimos com geleia, requeijão ou a sua pastinha de preferencia, até mesmo com o molho de tomate bem temperadinho fica uma delicia. A receita pode ser frita ou assada no forno, na versão mais saudável e, posso dizer, o sabor é praticamente o mesmo. Eu prefiro a versão no forno, fica mais sequinho e não suja nada, bem pratico.

Ingredientes
500gr de tapioca granulada
1 lt de leite
250 gr de queijo de coalho
Sal e pimenta do reino a gosto

Rale o queijo no ralo grosso e misture com a tapioca. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Misture bem para que fique homogêneo. Aqueça o leite e quando estiver quente junte a mistura de tapioca com queijo mexendo bem até formar uma massa. Transfira a massa para uma forma, cubra com filme plástico e leve a geladeira de um dia para o outro. A massa ficará consistente formando uma “ placa” de tapioca. Transfira para uma tabua grande e, com o auxilio de uma faca, corte os dadinhos. Frite em uma panela com óleo quente ou leve ao forno a 180º.C até que estejam dourados. Os dadinhos podem ser guardados na geladeira dentro de um recipiente fechado.






quinta-feira, 27 de julho de 2017

CARPACCIO DE PUPUNHA FRESCO COM VINAGRETE DE TOMATE PICANTE



Das receitas simples que eu amo.....

Ingredientes
Para duas pessoas
½ pratinho de palmito pupunha fresco
3 tomates cerejas confitados (veja a receita aqui)
1 colher de sobremesa de pimenta calabresa
1 xícara de salsinha picada
1 colher de sopa de alecrim picado
1 colher de sopa  de orégano
½  xícara de vinagre de maçã
2 colheres de sopa de água
Sal e pimenta do reino a gosto
2 colheres de sopa do azeite do tomate confit
Sal e pimenta do reino a gosto

Lave os pupunha e, com o auxilio de um mandolim ou fatiador, faça fatias bem finas conforme a foto abaixo. Disponha as rodelas de pupunha sobre um prato e faça o molho. Em uma vasilha misture a pimenta calabresa, salsinha picada, alecrim picado, o orégano, o vinagre e a água. Misture bem e junte junte os tomates picados. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Misture bem e prove. Acerte o sal se for necessário. Disponha o vinagrete sobre as rodelas de pupunha e sirva.




segunda-feira, 24 de julho de 2017

BOMBA DE CHOCOLATE OU ÉCLAIR DE CHOCOLATE





Seu nome mais chique é Éclair, que vem do francês e significa relâmpago, parece estranho mas a intenção era dizer que o doce, quando colocado na boca surpreende com o recheio cremoso. Estrutura firme com recheio cremoso. No Brasil popurlamente conhecido como Bomba pode ser encontrado em vários sabores, chocolate, creme de baunilha, doce de leite, etc... as variações são infinitas pela criatividade dos doceiros mas uma coisa é certa, a massa de fora tem que ser firme e crocante e o recheio suave e cremoso, essas são as principais características das bombas.
Sua massa é a base para outros doces famosos: profiteroles, gourgeres, croquembouche, por exemplo, todos vindos da Pâte à Choux, um massa clássica da pastisserie francesa.

Ingredientes
Para a massa da bomba
2 xícaras de leite;
2 xícaras de farinha de trigo;
2 colheres (sopa) de açúcar;
2 pitadas de sal;
115 g de manteiga.
6 ovos.
Recheio e cobertura
400 g de chocolate meio-amargo;
100 ml de creme de leite;

Comece fazendo a massa das éclairs. Leve o leite, o açúcar, a manteiga e o sal ao fogo, até ferver. Em seguida, acrescente a farinha de trigo e mexa bem até formar uma massa que solta do fundo da panela, lisa. Retire do fogo e coloque em um bowl e aguarde até que esfrie . Junte os ovos e misture bem com o auxilio de uma batedeira até que a massa fique bem lisa e brilhosa. Unte uma forma ou use um tapete de silicone para assar as bombas. Coloque a massa em um saco de confeitar e molde sobre o silicone fazendo linhas de 10 centímetros com a massa e separe uma da outra com uma diferença de dois dedos, pois elas crescem um pouco durante o tempo no forno.  Asse as bombas em forno preaquecido a 150°C (ou na menor temperatura de forno), por 10 minutos, até que cresça um pouco e doure a superfície levemente. Retire do forno e espere esfriar. O recheio deve ser colocado frio para que não “ sue” e molho a massa deixando-a mole. Façã o recheio enquanto a massa esfria.
Derreta o chocolate e o creme de leite em banho-maria misturando bem até obter um creme liso. Deixe esfriar um pouco.
Quando as bombas estiverem frias, corte-as ao meio e recheie com o creme de chocolate. Voce também pode usar um outro método de recheio, faça um buraquinho embaixo de cada uma e, com uma bisnaga de confeiteiro, coloque o recheio até que chegue do outro lado. Cubra as bombas com uma camada do chocolate para fazer o acabamento.







sexta-feira, 21 de julho de 2017

FILÉ DE ROBALO NO MISSÔ COM PURÊ DE RÚCULA




Sabe aquelas combinações que você faz e que dão super certo que, até mesmo, você se surpreende que ficou muito bom. Essa foi assim. Ganhei um robalo do meu pai, pescado por ele, inteiro que eu resolvi filetar. Deram dois filés, de pequeno para médio. Resolvi faze-los no misso vermelho e queria um acompanhamento leve que complementasse o sabor. Pensei em como gosto da vichinoise de rúcula e me veio na cabeça em fazer um purê de rúcula para acompanhar o peixe. Não é que deu super certo?!! Gostei tanto que fiz a receita dois dias seguidos porque queria comer novamente. Vou repetir muitas e muitas vezes.

Ingredientes
Para duas pessoas
2 filés de robalo sem espinhas
3 colheres de sopa de misso vermelho
4 batatas grandes
1 maço grande de rúcula (eu usei a hidropônica)
100ml de creme de leite
Sal e pimenta do reino a gosto
4 pimentas biquinho
Azeite
2 colheres de sopa de manteiga


Limpe bem os files e passe o misso em torno de todo o filé. Se a pasta de misso estiver muito grossa, coloque 1 colher de sopa de água e dissolva antes de passar no peixe. Deixe o peixe marinando no misso na geladeira por, pelo menos, 30 minutos. Enquanto isso faça o purê de rúcula. Lave bem a rúcula e corte as raízes mas mantenha os cabos. Descasque as batatas e corte em pedaços médios e leve em uma panela com água e sal para cozinhar por 15min. Veja se as batatas estão macias, se for preciso deixe um pouco mais. Escorra e coloque as batatas em um processador. Junte a rúcula inteira, incluindo os cabinhos. Junte o creme de leite e bata até obter um creme liso. Eu gosto da consistência desse purê um pouco mais liquida, se você quiser mais consistente então coloque apenas metade do creme de leite. Tempere com pimenta do reino e prove. Acerte o sal se for preciso. Reserve. Pegue os filés de peixe e passe por água corrente para retirar o excesso de misso. Aqueça uma frigideira com manteiga e um fio de azeite e frite os filés até que estejam levemente dourados. Sirva os filés de robalo sobre o purê de rúcula com as pimentas biquinho para acompanhar.






quarta-feira, 19 de julho de 2017

RISOTO DE CALABRESA COM CEBOLA CARAMELADA



Já dei aqui no blog uma outra receita de risoto de calabresa mas essa foi feita com linguiça mais fina e com cebolas carameladas. O ideal é usar uma linguiça que você pode retirar a pele, ainda crua, e fritar junto com o vinho. Compre uma linguiça de boa qualidade e com pouca gordura. Eu acrescentei a receita uma porção de cebolas caramelizadas.

200gr de linguiça de boa qualidade
200 gr de arroz arbóreo
4 cebolas médias
2 dente de alho
½ copo de vinho branco
½ copo de vinho tinto
Azeite
Sal e pimenta do reino branca
2 colheres de sopa de manteiga
Caldo de legumes ou frango
1 xícara de queijo parmesão ralado


Retire a pele das linguiça e com o auxilio de um garfo separe o recheio. Corte a cebola em rodelas bem finas e reserve.  Em uma panela coloque um fio de azeite e refogue 2 colheres de copa de cebola com o alho bem picadinho. Quando estiver bem suado, adicione o arroz e refogue por mais alguns minutos. Adicione o vinho branco e deixe evaporar. adicione o caldo de legumes aos poucos, mexendo sempre, ate que o arroz esteja pronto e ao dente.  Em paralelo vá fazendo a linguiça. Coloque um fio de azeite em uma frigideira e refogue a linguiça até que comece a ficar dourada, nesse momento adicione o vinho tinto e o tomilho. Abaixe o fogo. Deixe em fogo baixo até que todo o vinho esteja reduzido. Em outra frigideira coloque uma colher de sopa de manteiga e um fio de azeite. Adicione as rodelas de cebola e refogue. Polvilhe com sal para que a cebola solte a agua mais rapidamente. Abaixe o fogo e deixe a cebola cozinhando ate caramelar. Mexa de vez em quando para que não grude ou queime na panela. Quando o arroz estiver quase no ponto adicione a linguiça e misture bem. Desligue o fogo e adicione o queijo parmesão  ralado e a manteiga. Misture bem. Sirva guarnecido das cebolas carameladas.